Gamereactor PT. Vejam os últimos trailers e entrevistas a partir das maiores convenções de videojogos de todo o mundo. O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor
antevisões
The Dark Pictures: The Devil in Me
ESPECIAL: Cobertura da Gamescom 2022

The Devil in Me - Gamescom 2022 First Impressions

A nova entrega da série The Dark Picture nos mergulha em um jogo mortal com decisões e novidades mais jogáveis do que nunca.

HQ

A quarta parte da primeira temporada (nomeada assim pela Supermassive Games) será entregue este ano, a partir da antologia de jogos de terror The Dark Pictures Como nas entregas anteriores, O Diabo em Mim nos colocará no lugar de um grupo de miseráveis pobres que terão que sobreviver a uma experiência dolorosa para salvar suas vidas, mesmo que percam sua humanidade.

Cada história de The Dark Pictures tem uma base real na qual o enredo é construído. O homem de Medan é baseado em um navio perdido durante a Segunda Guerra Mundial. Little Hope é sobre a caça às bruxas dos peregrinos americanos. House of Ashes é baseado na história dos monstros durante a Guerra do Iraque. E agora, The Devil in Me destaca um tom mais próximo sendo baseado em H. H. Holmes real story, que foi o primeiro serial killer na história da América. Holmes era um médico que, em meados do século XIX, administrava um hotel no centro de Chicago, chamado World's Fair Hotel, no qual os hóspedes entravam, mas nunca saíam.

The Dark Pictures: The Devil in Me

Holmes projetou todo o prédio introduzindo salas secretas, alçapões no chão, e um porão com tanques ácidos e poços de cãe rápida. Tudo com o único propósito de satisfazer o anseio de seu dono. Como ele confessou na corte, Holmes assassinou 27 pessoas e as escondeu atrás das paredes, embora acredita-se que poderia ter sido muitas, muitas mais. E antes de ser enforcado, ele implorou para ser enterrado sob concreto por seu espírito não poder continuar matando pessoas inocentes. Holmes justificava suas ações toda vez dizendo que seu diabo interior o forçou a cometê-las. "O Diabo em Mim" é, na verdade, uma citação que ele fez. Seu hotel foi demolido, com o apelido de "Castelo do Assassinato".

Publicidade:

Além da macabra história real, o cinema foi outra grande inspiração para o jogo, especialmente a saga Saw movies, com seus dilemas e mecanismos com os quais assassinar suas vítimas das formas mais cruéis e originais, algo que O Diabo em Mim também demonstrou ser capaz de levar ao próximo nível. Da mesma forma, O Iluminado, Halloween e Sexta-feira 13 também forneceu ideias para o título, e será muito gratificante ver a comunidade de jogadores procurando por cada tributo que a equipe de design introduziu ao longo de toda a história e cenário.

Mas, vamos falar sobre o jogo em si, já que O Diabo em Mim tem muitas diferenças em relação aos jogos supermassivos restantes. Primeiro, podemos destacar que será o maior jogo em The Dark Pictures até hoje, durando mais de 7 horas no total da aventura a um ritmo normal. Lá, tomaremos, por turnos, o controle de 5 membros de um grupo de televisão à beira de sua demissão que estão gravando uma série sobre assassinos em série americanos. Em seu desespero por perder o emprego, eles recebem uma chamada misteriosa de um empresário chamado Granhem Du'Met, que é o dono de um hotel em uma ilha que é uma recriação confiável do Castelo de Assassinato de Holmes, e a equipe viaja para lá a fim de gravar um episódio. Ninguém sabe que mais do que uma recreação afortunada, é sim uma experiência real e mortal.

The Dark Pictures: The Devil in Me

O nível de detalhes que a Supermassive colocou em cada quarto, corredor e objeto dentro do hotel é diabólico. Além disso, devido às constantes paredes móveis abrindo e fechando caminhos, e capturando personagens, é impossível orientar. Felizmente, The Devil in Me permite que os jogadores corram agora, o que é útil para explorar o cenário de uma maneira mais rápida e procurar todas as pistas possíveis para sobreviver.

Publicidade:

Também é importante destacar que agora podemos interagir com o ambiente de muitas maneiras mais diferentes do que antes em The Dark Pictures: movendo objetos para abrir novos caminhos, subindo escadas, atravessando bordas altas... explorar será mais exaustivo do que nunca.

The Dark Pictures: The Devil in Me

E por último, mas não menos importante, cada membro da equipe agora tem um pequeno inventário em que transportar itens úteis, como um cartão para forçar fechaduras de gaveta, ou um microfone direcional com o qual ouvir atrás de paredes. Cada opção e item fará com que os quebra-cabeças sejam mais desafiadores do que nunca.

Achamos que todas as novidades que vimos em The Devil in Me são um passo natural nesta evolução da série e uma prova de que o feedback entre os jogadores e o desenvolvedor foi ouvido. Poderemos desfrutar desta nova aventura de terror muito em breve, já que The Devil in Me será lançado para PC e console neste dia 18 de novembro.

Como Jigsaw diria: "Que o jogo comece"

The Dark Pictures: The Devil in Me

Textos relacionados

0
The Dark Pictures: The Devil in MeScore

The Dark Pictures: The Devil in Me

ANÁLISE. Escrito por Alberto Garrido

Apesar de tentar enriquecer a fórmula com novas mecânicas, a quarta parte da antologia de terror ainda sofre dos mesmos problemas que as anteriores.



A carregar o conteúdo seguinte