Português
Gamereactor
análises
Castlevania: Lords of Shadow 2

Castlevania: Lords of Shadow 2

A Konami luta há muito tempo com uma forma de manter Castlevania atual. Este terceiro capítulo de Lords of Shadow mostra o caminho a seguir, se ignorarem os desvios.

HQ

Quem esperou pelo fim dos créditos de Castlevania: Lords of Shadow, foi presenteado com um vídeo chocante, que serviu de aperitivo para esta sequela. O traidor Zobek visitou o herói, Gabriel Belmont, para tentar convencê-lo a uma nova união de forças. Satanás está perto de ressuscitar e é preciso pará-lo. Até aqui, nada de anormal, considerando o contexto do jogo, mas existem dois elementos posteriores que chocaram os jogadores. Primeiro, tudo se passava numa cidade contemporânea, e segundo, Gabriel era agora o próprio Príncipe das Trevas, Drácula. Uma transformação que é explicada pelos dois DLC do Lords of Shadow original.

Essa é a trama deste Castlevania: Lords of Shadow 2, mas o jogo arranca muitos séculos antes, no castelo do Drácula. Nesse momento vão presenciar uma grande batalha, e observar enquanto Gabriel - ou o Drácula - trucida uma invasão de soldados. Mas algo aconteceu depois disso e o Príncipe das Trevas retirou-se. Com o passar dos anos, foi construída uma cidade inteira sobre as ruínas do castelo, a cidade que vão visitar durante as secções no presente. A aventura alterna entre um Drácula poderoso, no passado, e um Gabriel enfraquecido, no presente.

Durante a aventura vão também presenciar memórias de outros tempos, nomeadamente de Castlevania: Lords of Shadow e de Castlevania: Lords of Shadow - Mirror of Fate, os dois primeiros capítulos da trilogia. Vão encontrar várias personagens importantes, e convém que apreciem ambos - mais os DLC - para desfrutarem na plenitude do novo jogo. Sim, é possível jogar Lords of Shadow 2 sem tocar nos anteriores, até porque a Mercury Steam explica os pormenores mais importantes, mas não será uma experiência tão completa.

HQ
Publicidade:
Castlevania: Lords of Shadow 2Castlevania: Lords of Shadow 2Castlevania: Lords of Shadow 2

Os títulos originais de Castlevania, formados por vários cenários com foco em plataformas, foram de cerca forma a inspiração para o primeiro jogo. A jornada épica de Gabriel levou-nos através de montanhas e castelos, mas sempre de forma linear. Para a sequela, a inspiração parecem ser os jogos mais tardios da saga, como Symphony of the Night, já que a aventura decorre através de um enorme mapa interligado.

Castlevania: Lords of Shadow 2 pega nesses elementos e junta-lhes um pouco de God of War. Ou seja, têm áreas expansivas para explorarem, habitadas por inimigos arrepiantes e um sistema de combate apurado. Tudo "colado" por uma narrativa que vos vais guiar de área em área, agraciada com as prestações dos atores Robert Carlyle e Patrick Stewart, que regressam nos papéis de Gabriel e Zobek, respetivamente. Nota ainda, como é de certa forma tradição na série, para a fantástica banda sonora.

Em relação aos cenários, é necessária realçar a sua variedade. Durante a aventura vão percorrer ambientes contemporâneos, bem como corredores com um aspeto mais gótico e sombrio. Vão passear por fábricas, laboratórios, o castelo do próprio Drácula e até o Inferno. Cada área exibe um nível de detalhe incrível, bem com um sistema de iluminação fantástico. Isto apesar de, ao contrário do anterior, existirem muitas áreas abertas para explorarem livremente. Muitos dos níveis estão interligados, mas também existem áreas a que não poderão aceder sem as habilidades necessárias, e claro, muitos segredos para encontrar.

Publicidade:
Castlevania: Lords of Shadow 2Castlevania: Lords of Shadow 2

Em alguma secções a iluminação até acaba por desempenhar um papel determinante, já que esta sequela introduz momentos de ação furtiva. Isto deve-se a um momento do jogo onde Drácula não está na plenitude dos seus poderes, embora tenham outro tipos de opções, como a hipótese de assumirem a forma de um rato. Percebemos a intenção da Mercury Steam com estes momentos furtivos, para variar e abrandar o ritmo da ação, mas pela maior parte pareceram-nos desnecessariamente frustrantes.

A Mercury Steam desenvolveu bastante o sistema original de combate. Cumprindo com a tradição da série, terão de reclamar os poderes de volta, o que forma a essência da primeira linha de missões. Eventualmente, contudo, estarão a dividir o vosso tempo entre a Void Sword, as Chaos Claws e o tradicional chicote. Cada arma tem o seu próprio sistema de progressão independente, alimentandos por pontos de experiência. Além das armas, cada combinação de golpes melhora com o uso repetido.

Se existe alguma queixa a fazer no departamento do combate, prende-se com a câmara. Ao contrário do anterior, que mantinha perspetivas fixas, agora podem controlar manualmente a câmara, apesar de, segundo a Mercury Steam, não ser necessário fazê-lo se não quisermos. Mas não é bem assim. Infelizmente existiram momentos onde fomos obrigados a corrigir a câmara manualmente, sobretudo perto de paredes, sem qualquer visão do que se passava. Um detalhe que obviamente nos distraiu dos combates.

Castlevania: Lords of Shadow 2Castlevania: Lords of Shadow 2Castlevania: Lords of Shadow 2

A aventura em si dura cerca de vinte horas. Após a conclusão, vão desbloquear um novo nível de dificuldade e a opção Game+, que permite recomeçar a aventura com as habilidades e os pontos de experiência conquistados anteriormente. Além disso, existe uma série de desafios para completarem, bem como um mar de segredos para encontrar na campanha.

Apesar da oscilação da qualidade em alguns elementos, e decisões de design algo questionáveis, como os momentos furtivos, Lords of Shadow 2 é uma conclusão competente para a trilogia. É um jogo com muita oferta, muita variedade, e por isso, às vezes parece um pouco perdido. Mas tudo considerado, inclusive os problemas, Castlevania: Lords of Shadow 2 é um jogo de ação e aventura que merece ser desfrutado.

07 Gamereactor Portugal
7 / 10
+
Bom sistema de combate. Escala admirável. Muita exploração. Boa ligação entre os três jogos da série.
-
Ação furtiva medíocre. Ritmo nem sempre é adequado. Qualidade oscilante.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

Castlevania: Lords of Shadow 2Score

Castlevania: Lords of Shadow 2

ANÁLISE. Escrito por Martin Eiser

A Konami luta há muito tempo com uma forma de manter Castlevania atual. Este terceiro capítulo de Lords of Shadow mostra o caminho a seguir, se ignorarem os desvios.



A carregar o conteúdo seguinte