Português
Gamereactor
análises
F1 2013

F1 2013

A Codemasters regressa com mais uma experiência coerente de Fórmula 1, mas não existe muito de novo para entusiasmar os jogadores...

HQ

Poucos têm consciência do tipo de concentração e foco necessários para analisar a melhor forma de abordar uma curva a 200Kmh. É uma combinação de habilidades que ainda menos indivíduos possuem. É o que marca a diferença entre os que conseguem fazer isto nas pistas reais e o resto, como nós, que se dão por satisfeitos por o tentarem simular numa corrida virtual.

Uma curva não é apenas uma curva. É um desafio que abre novas possibilidades. No caso de duas curvas seguidas, devem calcular o caminho mais rápido entre as duas. Se pelo contrário se segue uma reta, então devem considerar que cada fração de segundo perdida será afetada pela velocidade com que saem da curva para a reta. E depois devme considerar a resistência dos pneus e a estratégia para abordar as boxes.

F1 2013

Estes são alguns dos detalhes que os fãs do desporto automóvel mais popular do mundo adoram abordar. A vossa disposição, ou não, para fazerem o mesmo com o jogo vai determinar o quanto vão realmente tirar de F1 2013.

Publicidade:

Se têm acompanhado a produção de F1 2013, já sabem que existe uma função que não tem nada a ver com a realidade atual da competição - o modo Classics - onde os produtores incluíram alguns pilotos, carros e pistas lendários. Por outras palavras, vão poder tentar bater tempos com um Lotus 98T, um Ferrari F1-87/88C ou com o icónico Williams FW12.

A atenção ao pormenor é vital e os produtores certificaram-se de que o modo clássico proporcione uma experiência capaz de simular as transmissões televisivas da altura. Vão ver faíscas a saltarem dos carros e cores mais sóbrias. Além disso, a ausência de aerodinâmicas faz com que os carros, e consequentemente as câmaras, se movam de forma mais violenta.

F1 2013

O modo clássico vai certamente agradar aos fãs mais nostálgicos, embora seja de lamentar alguma falta de conteúdo. Apenas duas pistas foram incluídas com a versão normal do jogo e embora Jerez e Brands Hatch serão dois circuitos fantásticos, apenas servem para abrir o apetite. Parece antes um modo que foi desenhado para ganhar estofo com a adição de novo conteúdo ao longo do ano.

Publicidade:

Naturalmente, o modo Clássico é apenas uma pequena parte de um todo enorme, onde vão encontrar as habituais opções como Grand Prix, Carrer e Proving Grounds, este último que surge novamente com desafios interessantes. Aliás, Proving Grounds está a tornar-se num verdadeiro ponto de interesse para quem não tem disposição para fazer uma corrida inteira. A Codemasters tornou esses desafios mais dramáticos, como por exemplo tentar alcançar o primeiro lugar em apenas três voltas debaixo de intensa chuva. Ainda assim é no modo carreira que vão encontrar as maiores mudanças,

A inteligência artificial foi melhorada, mas ainda deixa transparecer algumas falhas que podem ser aproveitadas para vosso benefício. Naturalmente que cabe ao jogador decidir aproveitar essas falhas ou não. Se optarem por não o fazerem, vão reparar que os oponentes estão de facto mais sofisticados e com um comportamento mais realista.

F1 2013

Mas na nossa opinião a grande novidade da jogabilidade é a nova física dos pneus. Pode parecer um detalhe que apenas interessará aos fãs mais dedicados, mas na verdade não é esse o caso. O estilo de condução do jogador é mais importante que nunca, mas independentemente do estilo, todos os jogadores terão de se preocupar com os pneus. A vossa condução terá de se ajustar a esta realidade reforçada.

Visualmente é evidente que a Codemasters já levou a geração atual de consolas ao seu limite, por isso não existe uma diferença muito notória desde o ano passado. Para efeitos de análise preferimos jogar a versão de PC, que exibe claramente uma sensação de velocidade e uma fluidez muito superiores. Mas independentemente da versão, ninguém consegue recriar chuva como a Codemasters.

F1 2013 melhorou, mas chegou a um ponto onde só os fãs mais dedicados vão perceber as diferenças. O modo clássico não tem profundidade no seu formato atual e o resto do conteúdo é simplesmente demasiado parecido com o que vimos o ano passado. Os detalhes estão lá e vão ter uma experiência mais realista, mas fica ao vosso critério decidir se serão suficientes para nova compra.

F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
F1 2013
07 Gamereactor Portugal
7 / 10
+
Brilhante física dos pneus e sensação de velocidade. Excelentes condições climatéricas. IA melhorada.
-
Modo clássico é fraco. Os melhoramentos só serão evidentes para os fãs mais devotos. Graficamente não melhorou.
overall score
Esta é a média do GR para este jogo. Qual é a tua nota? A média é obtida através de todas as pontuações diferentes (repetidas não contam) da rede Gamereactor

Textos relacionados

1
F1 2013Score

F1 2013

ANÁLISE. Escrito por Thomas Blichfeldt

A Codemasters regressa com mais uma experiência coerente de Fórmula 1, mas não existe muito de novo para entusiasmar os jogadores...



A carregar o conteúdo seguinte