Gamereactor PT. Vejam os últimos trailers e entrevistas a partir das maiores convenções de videojogos de todo o mundo. O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor
antevisões
Ghostwire Tokyo

Ghostwire Tokyo - Antevisão

Tivemos acesso a uma longa apresentação deste jogo sobre o sobrenatural.

HQ
HQ

Foi em 2019 que a Tango Gameworks, de Shinji Mikami, anunciou Ghostwire Tokyo, um jogo que chegou a estar previsto para 2021, mas que acabou por ser adiado para 2022. Acontece que durante todo este tempo, nunca percebemos muito bem que tipo de jogo era Ghostwire Tokyo. Felizmente a Tango Gameworks libertou um novo vídeo especial a fornecer mais detalhes sobre o jogo, e além disso, assistimos a uma apresentação onde ficámos a conhecer melhor o seu sistema de combate e o enredo.

Ora bem, Ghostwire Tokyo é um jogo de ação e aventura onde irá assumir o papel de um jovem japonês chamado Akito. Tóquio foi invadida por forças sobrenaturais, mas Akito acabou por ser salvo devido a uma fusão com o espírito de KK, um antigo caçador de seres sobrenaturais. O duo deve então explorar Tóquio de forma a descobrir de onde veio o mistério nevoeiro que cobriu a cidade, e que transformou os habitantes em seres demoníacos. Tudo isto enquanto tenta resgatar sobreviventes - incluindo a família de Akito.

A ação passa-se na primeira pessoa, e embora existam algumas armas e acessórios mais convencionais, o combate gira sobretudo em torno de Ethereal Weaving, uma técnica que permite executar magia com as mãos (imagine um misto dos movimentos de Naruto e Doutor Estranho). Akito terá acesso a várias habilidades para se defender, atacar, e contra-atacar, até eventualmente deixar os oponentes suficientemente abalados para lhes conseguir tirar o seu núcleo, literalmente puxando-o para fora dos corpos possuídos. Isto permitirá destruir as assombrações.

Publicidade:
Ghostwire Tokyo

Os inimigos podem assumir uma grande variedade de formas sobrenaturais, desde pessoas decapitadas a meninas com chapéus de chuva, passando por monstruosidades saídas do folclore japonês. Estes oponentes podem atacar de diversas maneiras, seja correndo contra o jogador, atirando objetos, ou executando as suas próprias habilidades mágicas, por exemplo. Caberá a si executar os movimentos certos nos momentos certos para se defender, até conseguir uma abertura para atacar. Além das magias, também será capaz de agir de forma furtiva, e terá acesso a alguns acessórios, como um arco que dispara flechas mágicas. Tudo isto pode ser melhorado conforme avança pelo jogo.

Ghostwire Tokyo terá um mapa relativamente aberto. Nada ao estilo de Far Cry ou GTA, mas parecer have liberdade suficiente para explorar vários bairros, tanto na horizontal como na vertical. Também será possível entrar em certos edifícios e estruturas, e existem vários objetivos extra que pode tentar cumprir. Pode destruir objetos brilhantes para ganhar uma moeda de troca que pode ser gasta em lojas, eliminar certos altares para limpar o nevoeiro de uma zona, e até cumprir missões secundárias. Não nos parece que seja um mapa inteiro de Tóquio, mas os vislumbres que tivemos apontam para um mapa de tamanho razoável.

Embora a natureza do Ghostwire Tokyo seja definitivamente única e tenha o potencial para ser especial, ainda não estamos totalmente convencido. Existem algumas áreas, incluindo o enredo, que nos intrigam profundamente, mas o mundo parece bastante vazio, e a jogabilidade à base dos Ethereal Weaving pore correr o risco de se tornar repetitiva. Embora seja sempre preciso jogar para se tirar uma conclusão, normalmente conseguimos ter uma boa ideia de um jogo a partir de vídeos, mas não o conseguimos com Ghostwire Tokyo. É realmente um daqueles casos que "só jogando", e é precisamente isso que queremos fazer a 25 de março.

Publicidade:
HQ
Ghostwire TokyoGhostwire Tokyo
Ghostwire Tokyo
Ghostwire Tokyo
Ghostwire Tokyo
Ghostwire Tokyo

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte