Português
Gamereactor
notícias
Final Fantasy VII: Rebirth

Naoki Hamaguchi foi a chave para o desenvolvimento coordenado de Final Fantasy VII: Rebirth

O produtor Yoshinori Kitase elogia a direção de seu colega da Square Enix e antecipa algumas de suas ideias para o terceiro jogo.

HQ

Superando seu antecessor não apenas em acabamento técnico, mas em sistemas de jogabilidade, variedade, design aberto e inúmeros outros detalhes, não há dúvidas de que (pelo menos a partir de hoje) Final Fantasy VII: Rebirth deve estar na disputa por Jogo do Ano.

E para fazer com que todas as peças se encaixem em um todo maior, ainda mais vindo em uma obra tão aguardada quanto esses remakes de Final Fantasy VII, o produtor Yoshinori Kitase conversou com o The Washington Post elogiando o trabalho da equipe e mais especificamente de seu diretor, Naoki Hamaguchi.

"Hamaguchi estabeleceu metas desde o início e garantiu que toda a equipe as compartilhasse e entendesse", disse Kitase. "Além disso, esses objetivos foram divididos em metas de médio prazo a serem alcançadas a cada três meses, e organizaríamos um webinar para manter as equipes atualizadas para que todos pudéssemos ficar por dentro das coisas."

Além disso, Kitase confirma que o desenvolvimento da terceira e última parte da história de FF VII: Remake já está bem encaminhado graças ao esforço e aos designs que herdará de Rebirth, embora haja mudanças. O principal desafio para o jogo final é reconstruir seu mundo para acomodar o dirigível Highwind, "Eu definitivamente quero abordar a mesma coisa que é esperada de nossa experiência com o Highwind para explorar o mundo", disse Hamaguchi.

Não está claro quando este terceiro ato da trilogia Final Fantasy VII chegará, mas o 30º aniversário em 2027 da obra original de repente não soa tão rebuscado.

Final Fantasy VII: Rebirth

Textos relacionados

0
Final Fantasy VII: Rebirth Score

Final Fantasy VII: Rebirth

ANÁLISE. Escrito por Ketil Skotte

A segunda parte do remake mais ambicioso da história dos games chegou. Faz jus ao seu legado e aos padrões atuais?



A carregar o conteúdo seguinte