Cookie

O Gamereactor utiliza cookies para assegurar que lhe proporciona a melhor experiência possível no nosso site. Se continuar, vamos presumir que está satisfeito com a nossa política relativa a cookies.

Português
Gamereactor
antevisões
Project CARS

Project CARS

O jogo de condução que os jogadores de PlayStation 4 (e não só) já mereciam.

HQ

Reduzir Project CARS simplesmente ao seu grafismo, é redutor e injusto, já que este jogo da Slighty Mad Studios tem muito mais para oferecer. Ainda assim, é difícil não o fazer quando o jogo é tão bonito, inclusivamente nas consolas. Recentemente tivemos a oportunidade de testar a versão PS4 de Project CARS, uma versão praticamente final do jogo, e voltámos a ficar impressionados.

A condução em cenários de chuva e tempestade é absolutamente incrível e apresenta um detalhe visual estrondoso, sobretudo numa das câmaras interiores do carro. Se estiverem a seguir outros veículos, terão momentos de quase zero visibilidade, ofuscados com as luzes e a água atirada pelos adversários. Por outro lado, se estiverem a liderar a corrida, terão menos problemas, mas basta um erro para perder a liderança. A Slightly Mad Studios incorporou um sistema de noite e dia, cujo avanço pode ser definido pelo jogador. E também podem escolher duas condições climatéricas diferentes para uma corrida, ou seja, podem começar com uma grande tempestade e terminar com a abertura do sol, ou vice-versa.

Mas isto resume-se apenas ao elemento visual e isso não é o mais importante num jogo de condução. O que mais importa é a sensação de conduzir, e nesse aspeto, Project CARS é ainda mais impressionante. Dominar e conduzir o Mercedes-Benz 300 SEL 6.8 AMG, por exemplo, sente-se exatamente como imaginamos ser na vida real - difícil de controlar, mas poderoso. Existem no entanto muitas condições que precisam de ponderar.

Project CARSProject CARS

Quando o jogo está a começar, serão questionados sobre a forma como encaram a condução. Existem três escolhas básicas (principiante, amador e profissional) que governam de forma simples as muitas definições de jogabilidade, disponíveis para quem quiser uma experiência mais personalizada. A Slightly Mad Studios pretende que Project CARS seja um jogo capaz de se adaptar a um grande número de jogadores, e embora o realismo seja palavra-chave na experiência, o jogo foi acima de tudo optimizado para ser divertido - um objetivo que parece cumprir na perfeição. Como referimos em cima, terão muitas opções de personalização ao vosso dispor. Até podem configurar ao pormenor a interface do jogo, incluindo mover ou retirar elementos específicos, como o contador de voltas ou o mini-mapa. Alguns efeitos visuais, como a ofuscação solar ou outros filtros, também podem ser desligados. Até podem ir ao ponto de criar predefinições para a pressão dos pneus, as definições dos travões, ou o poder do feedback no comando ou no volante.

Por motivos de embargo, não estamos autorizados a falar da maioria das pistas, mas podemos dizer que a oferta é tremenda e que inclui vários circuitos clássicos de todo o mundo. Nesta versão que testámos, existem 70 carros, sendo que a maioria vem de fabricantes europeus. Existem super-carros da McLaren e a Mercedes-Benz, carros de fórmula 1 e carros de turismo. É uma seleção de veículos que demonstra uma grande apreciação e conhecimento pelo desporto automobilístico, desenhado para atrair amantes de automóveis e não tanto para promover protótipos dos fabricantes. Não vai atrás dos números loucos de Gran Turismo ou até de Forza Motorsport, mas a quantidade aqui disponível é ideal para corridas competitivas.

Os únicos modos disponíveis nesta versão eram Race Weekend e Free Exercise, mas a versão final também terá um modo carreira completo e desafios contra-relógio. Os mais competitivos também vão encontrar um modo online e tabelas de tempos. Infelizmente não nos podemos alongar neste aspeto do jogo, mas parece-nos cobrir a maioria das bases essenciais.

Project CARSProject CARS

Uma das curiosidades específicas da versão PS4 é que o comando... fala. Project CARS não é o primeiro jogo a servir-se desta particularidade do Dual Shock 4, mas neste contexto serve para introduzir explicações ao jogador ou passar mensagens da equipa nas boxes. Quanto às câmaras de jogo, existem nove perspetivas disponíveis, incluindo as três interiores que mencionámos em cima. Independentemente do vosso gosto pessoal neste aspeto, é quase certo que vão encontrar algo que vos agrade.

Não que sejamos especialistas de condução, mas decidimos experimentar a experiência mais realista durante algumas corridas. Aí percebemos como é difícil conduzir um carro veloz através de uma tempestade numa pista de dimensões reduzidas. Com um máximo de 35 condutores por volta, se começarem a meio do grupo, terão muitas dificuldades para evitar um acidente. Independentemente da escolha do estilo de jogo, a jogabilidade pareceu-nos sempre muito competente.

Ainda temos muito que testar, experimentar e analisar na versão final de Project CARS, mas o que já vimos deste jogo - agora e no passado -, apontam para um título que merece toda a atenção dos fãs de condução. Os jogadores de Xbox têm Forza, mas a PlayStation 4 precisa rapidamente de um grande jogo de condução, sobretudo depois dos fiascos que foram The Crew e Driveclub. A confirmar-se tudo o que Project CARS está a prometer de momento, pode muito bem definir o padrão em vários aspetos para os jogos de condução de nova geração.

HQ
Project CARSProject CARSProject CARS

Textos relacionados



A carregar o conteúdo seguinte